Área restrita

A guerra das taxas: Quais as vantagens para o cliente?

A cada corte da taxa básica de juros, a Selic, o mundo financeiro é obrigado se modificar para adequar-se às mudanças. Em um momento em que a economia é retomada de forma lenta, o mercado imobiliário acompanha este crescimento de forma gradual.

Com a recente redução da Selic de 0,5 pontos percentual, para 5,5%, aumenta-se a competição entre os bancos e, com isso, os juros do crédito imobiliário sofreram quedas.

Com condições mais favoráveis aos compradores, cresce também a possibilidade de mais famílias iniciarem o financiamento de imóveis. Comprar a casa própria, agora, se tornou mais acessível.

O mercado bancário se tornou mais acirrado

 

Logo após queda da Selic, bancos anunciam novas reduções de taxas de juros de suas linhas de crédito imobiliário, acirrando ainda mais a disputa no setor e facilitando o financiamento da casa própria.

No mês de agosto de 2019, a Caixa Econômica, líder o mercado de financiamento imobiliário, com 69% de participação, lançou um financiamento imobiliário que atrela os juros ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país.

O banco Santander informou que iniciou a redução das taxas do crédito imobiliário ainda no ano de 2017. Em julho de 2019 foi feito o terceiro corte, com taxa mínima chegando a 7,99% ao ano, mais a taxa referencial (TR).

No final de setembro 2019, outros bancos anunciaram a redução. O Bradesco reduziu a taxa de juros mínima de sua linha de crédito imobiliário de 8,20% ao ano mais TR para a partir de 7,30% ao ano mais TR, com taxas válidas a partir deste mês.

O Banco do Brasil reduziu a taxa mínima para 7,40% ao ano mais TR.

O Itaú Unibanco, a taxa mínima foi ajustada para 7,45% ao ano mais TR.

As reduções nas taxas de juros podem estimular a portabilidade do crédito imobiliário, além de influenciar os bancos nas tomadas de decisões, como: o tempo do financiamento dos imóveis, renda mínima necessária, avaliação do perfil do cliente, o histórico de relacionamento, entre outros critérios.

Veja abaixo como cada banco oferece crédito imobiliário:

Imagem1

Fonte: O Globo

Os benefícios das reduções das taxas de financiamento imobiliário para o consumidor

 

A compra de um imóvel é uma decisão relevante na vida das pessoas. Agora pode ser um bom momento para viabilizar esta aquisição.

As reduções dos juros do crédito imobiliário impactam positivamente tanto a economia quando o consumidor final, influenciando diretamente no seu poder de compra e oferecendo melhorias nas condições de financiamento para aquisição de imóveis, especialmente aqueles com maior valor.

Leia também → Vantagens em se adquirir um imóvel em 2020

Você está em busca de um apartamento com alto padrão de qualidade, conforto e comodidade? Aproveite este momento de queda nos juros imobiliário e adquira seu na RL Costa. Converse conosco.

Para receber mais dicas e informações, siga nossas páginas nas redes sociais: Facebook e Instagram.